• Condenado e preso! Racha mata 5 pessoas da mesma família e, após 16 anos do crime, motorista recebe a condenação

    by  • 4 de dezembro de 2012 • AGENDA, NA MÍDIA • 15 Comments

    Já se passaram 16 anos e, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Ademar Pessoa Cardoso deve cumprir 12 anos e nove meses em regime fechado na cadeia pública da cidade. Para rememorar, a tragédia aconteceu em 5 de abril de 1996 na estrada que liga Mar de Espanha à Bicas – MG 126, Minas Gerais. Uma brincadeira que tirou 5 vidas, Ademar e  Ismael Keller Lott apostaram R$ 2 mil para quem chegasse primeiro na cidade vizinha. O racha não teve vencedor porque os dois bateram em um Fusca no qual estava a família do Sr. José Geraldo Carnaúba, matando todos.

    1. Júlio César Ferreira Viana, 32 anos
    2. Adriana (31)
    3. Victória (2)
    4. Theodora (7 meses)
    5. Isabel Benedicta (93)

    A decisão do STF foi decretada no dia 13, o médico foi preso no dia 21 de novembro de 2012.

    O julgamento de Ademar foi desmembrado do de Ismael, que ainda tem recursos.

    Para José Geraldo Carnaúba, 80, que perdeu no acidente a filha, o genro, duas netas e uma tia-avó, a prisão é parte de uma missão cumprida. “Conseguimos mudar uma jurisprudência. Agora, busco indenização de R$ 1,3 milhão”.

    MINIENTREVISTA

    “Nós vamos mexer no bolso deles”

    - O senhor se sente aliviado após a prisão do Ademar?

    “Foram 16 anos de luta minha e de minha esposa, Delizete, que faleceu neste ano. Sei que ganhamos a causa graças ao apoio da imprensa. O crime de “pega”, hoje, não vai mais ser punido com pagamento de cesta básica. Com a jurisprudência, vai ser julgado por júri popular.”

    - O senhor ainda luta por algum tipo de reparação?

    “Não terei mais a vida da minha família. Essa dor nunca vai desaparecer. Cumprimos nossa obrigação, mas nós vamos mexer no bolso deles. Queremos indenização avaliada em R$ 1,3 milhão.”

    Nós, do Movimento Não Foi Acidente, bem como amigos de ONGS, Fundações e familiares que perderam entes queridos estamos contentes com essa mudança de paradigma.

    Fontes: http://transitoseguro.net/selecao-de-midia/o-tempo/prisao-de-medico-e-exemplo-para-familiares-das-cinco-vitimas-justica-foi-feita-mesmo-que-de-maneira-tardia/

    http://noticias.r7.com/minas-gerais/noticias/medico-condenado-por-morte-de-cinco-pessoas-durante-racha-e-preso-20121121.html

    Use suas redes sociais. Compartilhe!

    About

    Pedagoga especializada em Surdez e Terapeuta Ericksoniana com especialização em situações de luto

    15 Responses to Condenado e preso! Racha mata 5 pessoas da mesma família e, após 16 anos do crime, motorista recebe a condenação

    1. Nelson Luiz Pedra
      5 de dezembro de 2012 at 5:53

      Ontem assisti um programa na Band que mostrava pessoas bebendo e depois pegando seus carros sem nenhum pudor. Interpelados pelo repórter ,riam com mentecaptos, sem noção da dor porque passam milhares de famílias todos os anos. Povo sem cultura e sem noção de responsabilidade, é coisa triste de se ver. Mas não esmorecemos,não é?

    2. Rosmary Mariano
      5 de dezembro de 2012 at 17:21

      Nelson,
      Obrigada pelo comentário, o programa foi “A Liga”, tentarei postar o link aqui no Portal. No entanto, há uma ressalva, o Cazé citou o número de mortes no trânsito oficial, em média 40 mil, mas segundo o DPVAT que paga o seguro aos familiares de mortos no trânsito, o número de mortes no trânsito é em torno de 58 mil pessoas por ano. Abs

    3. FERNANDO
      11 de dezembro de 2012 at 12:16

      Não sei se é uma notícia boa ou ruim, ok o responsável foi preso, porém este tempo que ele ficou solto, quantas pessoas ele poderia ter matado? infelizmente a maioria do povo brasileiro só se conscientiza quando algo acontece em sua casa. É facil criticar as pessoas na TV bebendo e dirigindo, aí eu pergunto, e vc, o que faz quando quer sair e beber? vc dirige? sem hipocresia, a maioria dos jovens bebem e dirigem, mas quando acontece um “acidente” é que paramos para pensar, mas voltamos a fazer. ( de acidente não tem nada)

    4. Christian
      11 de dezembro de 2012 at 14:38

      Talvez eu esteja sendo um pouco radical, mas é de conhecimento de todos, onde as pessoas bebem e saem dirigindo, basta a polícia montar blitzes perto destes lugares, que reduziria drasticamente os indices, estranho que não façam isto, será que não está existindo alguma “caixinha” dos comerciantes destes estabelecimentos para que a polícia não atue perto de seus comercios?

    5. leticia
      12 de dezembro de 2012 at 10:02

      queria ter assistindo a liga ontem completa, o assunto que estava sendo abordado é interessante e vale ressaltar que infelizmente muitas pessoas acham que não vai acontecer com elas, que bebeu pouco e dá pra dirigir. Acho um absurdo isso pois você não coloca só tua vida em risco, mas de outras pessoas também.
      Não precisa nem de estar bêbado pra ser imprudente, a falta de paciência nas estradas e motoristas que fazem ultrapassagens perigosas sem o menor pudor é o que temos hoje em dia, sempre que vou para meu sitio eu morro de medo de um irresponsável causar algum acidente por causa da presa de chegar ao seu destino ou por fogo mesmo, achando que esta na estrada pode tudo … imagina um, ser desses bêbado então? nossa, prefiro nem ver.

      Acho que essa lei seca que criaram deveria ser mais rigorosa, coisa que não tá sendo. O povo bebe, dirige ,perde o controle do automóvel, causa acidente, mata e em seguida é solto porque pagou a fiança. Esse tipo de CRIME não deveria ter fiança, pois ele vai continuar fazendo a mesma besteira sempre.

    6. ione
      13 de dezembro de 2012 at 23:27

      O número de mortos no transito é muito maior porque só são contabilizados os mortos no local do acidente. Matamos mais que terremotos, tsunami ou guerras.

    7. Rosmary Mariano
      14 de dezembro de 2012 at 0:09

      Sim Ione, você tem razão. Segundo o DPVAT as mortes em trânsito no Brasil se aproximam de 58.000 por ano. Quando se falava em 43 mil por ano, dizíamos que era como se repetisse a tragédia do World Trade Center a cada mês, hoje o número supera essa tragédia.

      Obrigada pelo comentário!

    8. Ricardo
      16 de dezembro de 2012 at 16:13

      Olha o absurdo que foi publicado na Folha de São Paulo online:

      http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/1200997-editorial-lei-seca-e-dura.shtml

      É opinião do jornal (pois está no editorial) que a lei seca já prescreve punições muito duras e que na sua reformulação o Congresso deve abrandá-la e somente punir com detenção e prisão àqueles que vitimarem alguém. Ou seja, não visa inibir a prática do crime. Eles, ainda, afirmam que aumentar a multa para R$ 1.900,00 já está de bom tamanho. Será que para esses indivíduos que apostaram R$ 2.000,00 em um racha esta sanção seria inibidora? Enquanto uns tem lutado pelo nosso povo, outros na surdina tentam manter o status quo. Qual será o interesse DELES?

    9. Rosmary Mariano
      17 de dezembro de 2012 at 14:47

      Ricardo,
      Obrigada pelo comentário! Convido você a conhecer essa postagem escrita pela Equipe dos Movimentos Não Foi Acidente e Viva Vitão. Abs
      http://naofoiacidente.org/blog/carta-aberta-ao-povo-brasileiro/

    10. NEKA
      17 de dezembro de 2012 at 23:34

      As vezes penso se o Código de Hamurabi, olho por olho, dente por dente, não seria o melhor a ser aplicado nesses casos, ou seja, se você matar minha mãe num acidente, eu deveria matar a sua. Talvez sabendo que eu sentiria a mesma dor que causei, as coisas não mudariam. Mas, ao mesmo tempo me dou conta que isso é Brasil, e que se pensa em dar um jeitinho em tudo ou que, o poder do dinheiro na maioria das vezes fala muito mais alto, e que casos como este são muito raros de haver uma condenação. Espero que acordemos de verdade para mudar isso tudo!

    11. Ricardo Reinoso
      18 de dezembro de 2012 at 10:28

      Se quiserem assitir o episódio de 11/12/2012 é só acessar o link abaixo:

      http://www.band.uol.com.br/aliga/conteudo.asp?id=100000556481

    12. Lídia
      19 de dezembro de 2012 at 12:36

      Gostaria de saber porque vocês não fazem uma campanha mais ampla.

      Afinal, não é a embriaguez no trânsito que mata, mas sim a irresponsabilidade das pessoas.

      Quem bebe e dirige é irresponsável e pode matar no trânsito.

      Quem fala no celular e dirige é irresponsável e pode matar no trânsito.

      Quem dirige acima do limite de velocidade é irresponsável e pode matar no trânsito.

      Quem vê o sinal amarelo e acelera ou passa até mesmo no vermelho é irresponsável e pode matar no trânsito.

      Enfim, várias atitudes podem matar no trânsito, não só a embriaguez.

      Precisamos não de um endurecimento pontual na lei, mas sim de uma reforma mais ampla, que condene qualquer atitude irresponsável que se possa ter no trânsito.

      No Brasil temos essa mania de discutir um ponto só da questão, nunca vamos a fundo e resolvemos de fato o problema como um todo.

    13. Rosmary Mariano
      20 de dezembro de 2012 at 16:07

      Sua solicitação foi enviada para a nossa equipe.
      Obrigada!

    14. MARLENE SCHILLER BALAU
      26 de dezembro de 2012 at 16:39

      EU TAMBÉM PERDI UM FILHO ATROPELADO VINHA UM DESALMADO FAZENDO RACHA A 130 POR HORA E MATOU MEU FILHO NA PARADA E FUGIU APOS ATROPELAR ARRASTOU 30 METROS POR BAIXO DO CARRO E ESTA SOLTO PORQUE AQUI NÃO EXISTE LEI MATA E VAI PARA CASA DORMIR.
      DESDE JÁ AGRADEÇO POR A BOA VONTADE DE VOCÊS SE ME AJUDAREM NESSA CAUSA DOLOROSA. O NOME DO MEU FILHO GIOVANI SCHILLER BALAU FAZ 4 ANOS QUE ESTOU A ESPERA.

    15. Rosmary Mariano
      28 de dezembro de 2012 at 23:23

      Marlene,

      Sentimos muito a sua perda. Se você quiser que publiquemos a história de seu filho em nosso Memorial, por favor, siga as orientações abaixo:
      Quer deixar uma homenagem a quem foi tirado de você por uma atitude irresponsável? Envie um e-mail para falecom@NaoFoiAcidente.org com o assunto ‘Por Quem’, uma foto em alta resolução – de preferência, sorrindo -, nome completo, idade, data e local do crime e um breve resumo.

      Conheça o Memorial Não Foi Acidente http://naofoiacidente.org/blog/por-quem/

      Abraços,

      Equipe Não Foi Acidente

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado

    Imagem CAPTCHA

    *